Aprenda como ter uma renda extra sem sair de casa

Aprenda como ter uma renda extra sem sair de casa

Vivemos em um mundo que está constantemente sofrendo mudanças. Nossos costumes, forma de interagir e trabalhar, entre outras coisas, vem sofrendo mudanças ao passar dos anos. Estamos nos adaptando às essas alterações… pais trabalham cada vez mais para dar uma vida boa aos filhos e, as vezes, acabam tirando deles o mais importante: a companhia.

Pensando nisso, muitas pessoas começaram a buscar uma opção de renda extra sem sair de casa. Opções como trabalho online, fabricação de doces e bolos ou mesmo a abertura de uma lanchonete na residência são alternativas viáveis.

E é me inspirando dessas pessoas que conseguiram essa renda sem sair de casa que montei este método e vou ensinar para você.

Já pensou em vender um produto que todo mundo usa? Sim, TODO MUNDO!

Homem, mulher, criança, adolescente, pessoas de idade, bebês, etc E se você conseguisse fazer de seus familiares e seus amigos clientes? E se esses eles trouxessem outros clientes mais?

Você conseguiria, com um trabalho bem feito, uma grande quantidade de clientes e uma boa fonte de renda extra sem sair de casa.

Lembrando que os ganhos extras irão variar de caso pra caso e da dedicação e empenho que você vai ter com este método.

Já sabe qual produto é? Bom, sem mais delongas, estou falando da venda de calçado.

Você deve estar se perguntando: “mas como assim? Calçado? Eu vender? Como?” Sim, calçado.

Ninguém anda descalço (se não for no conforto da casa), todos utilizam algum calçado. Tênis, sandália, chinelo, sapatilha, sapato. Ou seja, a necessidade já existe, agora é hora de aproveitá-la.

Fique tranquilo, vou ensinar o QUÊ, COMO, ONDE e PORQUÊ esse método é eficiente para conseguir uma renda extra sem sair de casa.

Vamos começar com o PORQUÊ

Como já disse, todo mundo usa calçado. Então é um item que possui demanda. Com certeza você em pelo menos 1 momento da sua vida comprou um calçado em alguma loja. Esses locais colocam uma margem absurda em cima do produto. Vamos supor que o item custe R$ 100, eles vão vender por no mínimo R$ 250, chegando até R$ 350.

Não vou entrar no mérito dos custos que uma loja possui, não é a minha intenção. Eu só quero mostrar que, além de ter demanda, o comércio que domina este mercado tem um preço elevado.

Aprenda agora COMO ter uma renda extra sem sair de casa

Um dos segredos é este: conseguir calçados para revender. Saiba que está aumentando cada vez mais as fábricas que praticam o ‘atacado’. Para uma indústria de caçados, esse modo de venda é relativamente novo. Antes o fluxo era: fábrica > lojista > cliente.

Os lojistas já estão acostumando a esse modo por terem estoque e visibilidade, mas agora as fábricas de calçados estão reinventando os processos. Você precisa apenas encontrar os fornecedores que vendem em forma de atacado. As compras são todas feitas por WhatsApp, eles te enviam os modelos e você escolhe quais quer comprar.

As fabricantes trabalham com volumes mínimos que podem variar entre 6 e 12 pares, por exemplo.

ONDE vender calçados?

Aqui está um grande segredo: você poderá tocar as vendas diretamente de sua casa, de forma simples. Ferramentas como WhatsApp, Facebook e Instagram podem ser usadas como forma de divulgação. Ou seja: você irá vender para os seus contatos.

Você pode criar grupos, lista de transmissão, colocar no status, publicar no stories do Instagram ou do Facebook. Minha recomendação é que crie listas de transmissão no WhatsApp, já que nos grupos as pessoas não se sentem à vontade e muitas não gostam. Você pode usar também o status da ferramenta, uma espécie de stories, para destacar os itens novos e promoções.

Quais produtos eu posso vender?

O que vender? O que comprar? Aqui um segredo: você vai comprar aquilo que conseguir vender. Explico melhor: Entre em contato com o fornecedor, pegue fotos dos modelos e os preços, agora deixa o produto trabalhar para você.

Divulgue essas fotos para seus contatos e eles farão a encomenda. E assim, você irá comprar apenas o que já vendeu. Dessa forma não ficará com estoque, e terá o dinheiro sempre rodando.

Conseguem se imaginar vendendo uma sapatilha para uma amiga, uma sandália para uma tia, um tênis para outra amiga, etc? As pessoas podem comprar para si ou para presentear, afinal todo mundo usa, certo?

Único cuidado que precisa ter com este método: encontrar um fornecedor bom e honesto. Bom, porque os produtos dele tem que ser de qualidade e honesto porque ele pode pegar seu dinheiro e sumir. Existe golpe neste meio, infelizmente. Então, tome cuidado. Na parte final deste artigo você verá uma lista de fornecedores que atendem estes dois requisitos para então começar a sua iniciativa de renda extra sem sair de casa.

Vamos falar um pouco sobre precificação dos produtos…

É sempre bom estar atento ao mercado. Gosto muito de me basear em preços no maior site de calçados de moda do Brasil: Dafiti. Sempre pesquiso por modelos novos e preços praticados. Então, antes de comprar algum produto verifique neste site e em outros lugares da internet os preços que estão sendo praticados.

Quanto colocar em cima? Depende muito do tipo de produto, do preço que conseguiu pagar e para quem você estará vendendo. A regra é colocar 100% em cima do valor de compra. Deve-se levar em consideração também o frete a ser pago.

A grande maioria dos fornecedores não paga o frete, então você fica responsável por essa taxa extra e ela deve ser inserida no custo de venda do calçado.

Vou ensinar a maneira correta de definir o custo final: vamos supor que sua compra será de R$ 200 em calçados e o frete custe R$35.

O valor percentual do frete em relação aos produtos é de (35/200) x 100 = 17,5%. Portanto, este é o percentual do custo do envio que deverá ser adicionado ao valor de cada calçado.

Vamos supor que desses R$ 200 em produto teria uma sandália de R$20. O custo final dela seria:

R$ 20 + (17,5%) = R$23,50. Então, para definir o preço final, você deve usar a base de cálculo em R$ 23,50.

Pela lógica dos 100%, você poderia optar em vender por algo em torno de R$ 49,90 ou R$ 44,90.

Como receber minhas vendas feitas em casa?

Assim como é importante entender o processo das vendas, você também precisa ficar atento ao recebimento delas. Vou mostrar algumas maneiras de facilitar o pagamento de forma prática e segura.

Pagamento em dinheiro – O método mais tradicional do mundo, você recebe em dinheiro pela mercadoria vendida. Sem taxas, sem conta, sem nada. Acho que não preciso me aprofundar nisto, né?

Pagamento em cheque – Você pode optar por aceitar ou não o recebimento em cheque. Depende de você e da confiança que tem no seu cliente.  Apesar de estar diminuindo seu uso, ainda há pessoas que preferem esse método para realizar as suas compras.

Pagamento em cartão de crédito – Aqui você pode receber por link de pagamento (serviços como PagSeguro e MercadoPago contam com essa opção) ou ter uma maquininha de cartão. São várias opções atualmente no mercado, escolha aquela que apresentar as melhores facilidades para o seu caso; menores taxas, mais rapidez na compensação, transferências, etc

Se optar por usar o PagSeguro ou MercadoPago online, por meio de link, não precisará comprar (ou alugar) uma maquininha. Você terá apenas que entrar na sua conta, colocar o valor do recebimento e gerar um link para o cliente efetuar o pagamento. Não é o método mais prático, mas pelo menos você não precisa investir nada para conseguir receber.

A taxa do recebimento online é de 3,99% + R$0,40 para receber em 30 dias o dinheiro, ou 4,99% + R$0,40 para receber em 15 dias o dinheiro.

Já via maquininha as taxas são: 1,99% para débito e recebimento na hora ou 3,19% no crédito para 30 dias, 3,99% para 14 dias e 4,99% para recebimento na hora. Ainda há o adicional do parcelamento, mas recomendo fazer sempre à vista pelo menos neste começo.

Lembrando que as maquininhas devem serem compradas. Os preços variam de 12xR$4,90 até 12x R$39,90

Outras opções disponíveis no mercado são:
-Sumup
-Cielo zip

Até aqui ficou claro o procedimento para conseguir uma renda extra sem sair de casa?

Veja aqui um resumo de tudo que falamos até agora:

  • Entrar em contato com o fornecedor, pegar fotos e preços dos produtos
    Distribuir as fotos para seus contatos (WhatsApp, Instagram, Facebook)
    Pegar encomendas e formalizar o pedido com a fábrica e efetuar o pagamento
    Esperar chegar à mercadoria

Agora é hora de te ajudar nesse objetivo de ter uma renda extra sem sair de casa. Veja uma lista de fornecedores confiáveis logo abaixo.

Só uma dica: sempre chore no preço durante a compra. Estamos vivendo uma crise industrial, as empresas de calçados precisam desesperadamente de venda.

Empresa: Distinta Shoes
Localização: Birigui-SP (Polo calçadista)
WhatsApp (18) 99661-7807
E-mail: contato@distintashoes.com.br

Empresa: Chyrro Calçados
Localização: Birigui-SP
WhatsApp (18) 99146-8092

Empresa: Paris Shoes
Localização: Birigui-SP
WhatsApp (18) 99800-2043

Empresa: Chic Pé
Localização: Birigui-SP
WhatsApp (18) 99699-8827

Empresa: Via Birigui
Localização: Birigui-SP
WhatsApp (18) 99616-5401

Empresa: Polo calçadista
Localização: Jau-SP (Polo de calçados)
WhatsApp (14) 99731-2892

Agora é hora de colocar em prática tudo aquilo que aprendeu neste tutorial de como conseguir uma renda extra sem sair de casa. Boas vendas!

Além de ver nossas dicas de renda extra, aproveite também para ler:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *