Todos os passos de uma investigação conjugal

Entenda como funciona investigação conjugal

Você sabe o que é investigação conjugal? Atualmente é grande o número de profissionais do ramo de investigação particular. Cada vez mais, surgem interessados a ingressar nesse mercado, que possui uma grande demanda, principalmente no âmbito de investigação conjugal.

Apesar de muitas pessoas buscarem esse tipo de serviço, poucas conhecem o processo em si e, é isso que vamos esclarecer: como funciona a investigação conjugal.

O que é a investigação conjugal?

Trata-se de um serviço que tem como principal finalidade levar a verdade para o cliente. O detetive tem a missão de descobrir se de fato está ocorrendo uma traição por parte do investigado.

Segundo uma pesquisa realizada com detetives de todo o Brasil, a grande maioria dos contratantes são mulheres, que desconfiam de seus companheiros e apenas um número reduzido de homens buscam o serviço.

E a resolução da investigação na grande maioria das vezes é sempre positiva, ou seja existe a traição de fato. Isso por que, quando é solicitado o serviço, existem altos índices que levam o companheiro a crer que de fato está acontecendo algo de errado, e na maioria das vezes esse tem razão.

Como funciona a investigação conjugal?

Tudo começa com a conversa inicial do cliente com o detetive, que ouve as queixas do cliente e suas desconfianças.

Com o serviço contratado é iniciado o trabalho que pode durar dias ou semanas, tudo pode variar de pessoa para pessoa. Durante o processo de investigação conjugal, os detetives orientam os clientes a deixarem os investigados livres, totalmente a vontade, para que a investigação possa fluir com mais facilidade.

Isso quer dizer, que pode ser que durante a investigação as horas extras, os atrasos, as viagens e as desculpas sejam ainda mais constantes, por isso é preciso que você tenha muita força, e mantenha a calma.

O detetive particular irá acompanhar o investigado durante todo o período que este estiver fora de casa, e irá registrar toda sua movimentação através de fotos, vídeos e áudio, captado o máximo de provas possíveis para você.

E a privacidade?

Essa é uma dúvida constante dos clientes, visto que a legislação prevê que todos têm direito à privacidade e a utilização de imagem sem o consentimento pode acarretar em processos e indenização.

Isso quer dizer, que o trabalho é realizado de forma discreta sem que o investigado descubra a investigação, da mesma forma que a identidade do contratante é mantida em sigilo, também previsto em lei.

O material colhido (fotos, vídeos, áudios, etc), também não deve ser utilizado de forma indevida, já que como mencionado anteriormente pode acarretar em problemas judiciais para você.

E como o trabalho termina?

A investigação conjugal é finalizada após a definição de traição ou não. Comprovada a traição o cliente terá em mãos tudo que é preciso para confrontar o traidor e tomar as decisões que julgue como melhor na situação.

Caso comprove que não existe traição, o cliente pode seguir em paz com a definição de que tudo não passava de uma desconfiança.

É importante frisar que mesmo que não exista traição, o serviço deverá ser pago integralmente, sem dedução, já que o profissional investiu o mesmo tempo que nos casos de traição comprovada.

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *